Com data de estreia para 27 de julho nos cinemas do Brasil, Em Defesa de Cristo é um filme baseado no best-seller escrito por Lee Strobel, um jornalista que, vivendo um momento de ascensão profissional e declínio matrimonial, resolve investigar um dos maiores mistérios da humanidade: a ressurreição e existência de Jesus Cristo.

Ateu convicto, Lee é bacharel   em   Jornalismo   pela   Universidade   do   Missouri   e   sua especialização  em  estudos  do  direito  é  da  Yale  Law  School, nos Estados Unidos.  Trabalhando em redações desde os 14 anos, Lee usou toda experiência em investigação que sua profissão lhe deu e em 1980, consultou diversos especialistas para derrubar o fato de Cristo ter ressurgido dos mortos e tentar salvar seu casamento com Leslie, recém convertida ao cristianismo.

Quase 20 anos depois, essa odisseia espiritual do ateísmo agressivo ao cristianismo evangélico será contada através do longa dirigido por  Jon Gunn (Você Acredita?) e roteirizado por Brian Bird (Ponto de Decisão), amigo de longa data de Lee Strobel. Para Brian, Em Defesa de Cristo é um filme que “vira o jogo”. “É diferente de todos os filmes que já vi. A história real de Strobel é um filme que quebra paradigmas”, ele diz. “O herói do filme odeia a Deus 90% do filme.   Você   não   precisa   ser   cristão   para   apreciar   a   história   de   alguém embarcando  em uma  jornada  espiritual.  Se  você  está  buscando  respostas,  você não  pode  ignorar  essa  jornada”.

Desde que Lee embarcou nessa investigação, foram praticamente dois anos de pesquisas para desacreditar a fé como um todo. Uma análise meticulosa de muitas possíveis provas, textos, incluindo inclusive a bíblia onde leu seu último versículo como ateu: João, capítulo 1, versículo 12. “Mas,  a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que  creem  no  seu  nome”. Esse versículo é o que Lee diz que Deus usou para o trazer para a fé. Lee  descreve  isso  como  uma  equação  que  entende como  conhecer  Deus:  Acreditar  +  Receber  = Tornar-se.

Sobre Em Defesa de Cristo ter se tornado um filme e estar prestes a ser exibido no Brasil, nosso protagonista acredita que a história chega num momento de relativismo cultural onde a verdade está sendo atacada e, por isso, considera o momento perfeito para assistir. “ Realmente sinto que esse filme vai capturar a imaginação das pessoas e encorajá-las a levar a sério o fato de que há boas provas para acreditar que Jesus é o que ele afirmou ser.” Finalizou Lee que hoje é pastor-professor na Woodlands Church no Texas, palestra várias vezes por ano e acaba de entrar como professor de Pensamento Cristão na Universidade Batista de Houston.

Sobre Em Defesa de Cristo

Com estreia marcada para 27 de julho nos cinemas do Brasil, o filme Em Defesa de Cristo é baseado na história real de Lee Strobel, um premiado jornalista ateu que vê sua esposa se converter à fé cristã e, sem concordar com a atitude, entra numa jornada de investigação à maior história de todos os tempos. Nessa busca, ele encontrará fatos inesperados e transformadores.

Comentários

Comentários

- Publicidade -